A Marré Infinito em 3 Gerações – MIId43


A MID 43 foi elaborada de uma forma totalmente singular.

Uma busca nos arquivos da empresa, um estudo de  várias épocas, de várias tendências e influências.
Ordens dadas aqui, desenvolvimentos ali, e a linha mestra da coleção formava uma linha do tempo que conectava três gerações da Marré Infinito.


Pat Marré usa peças em elos e nós de corrente aramada, uma técnica muito apreciada no início dos anos 20 que volta com força total.

Eu como Diretora Criativa, fico com o papel de integrar e preservar a identidade da empresa para que ela como suas sem joias atravesse os tempos.

Uma visita ao arquivo de modelagens que desafiou os maiores conhecedores do assunto, uma memória fascinante de modelos que reúne as peças piloto e os moldes de borracha e silicone, tudo organizado de forma minuciosa, um arquivo que reúne todos os modelos desenvolvidos desde 1991.
O mais incrível é que os modelos podem ser dos anos 90 ou 2000, eles chegam agora e roubam a cena, são sempre autorais, modernos e atuais.

Os modelos de metal recebem novas releituras com pérolas e pedras, mesclando desenhos de Mari Marré da década de 90 e de Pat Marré do início dos anos 2000.


As influências de Mari Marré ficam com o uso das pérolas palito, e dos corais.

Anel de pérolas abraçadas ícones da década de 90

Look em pérolas palito, turquesa reconstituída e coral bamboo





Os modelos de metal recebem novas releituras com pérolas e pedras, mesclando desenhos de Mari Marré da década de 90 e de Pat Marré do início dos anos 2000.


Minha filha Luisa Hipólito, oxigena a marca com seu estilo e inspira a nova linha de argolas desenhadas por Pat Marré. É incrível como os 15 anos marcam a transição da adolescência para se tornar uma mulher, o olhar muda, e o despertar para o mundo da joalheira acontece naturalmente. Luisa é sempre uma grande amiga, me ajuda em cada detalhe, com uma estética crítica, ela sempre contribui para minha renovação. Em qualquer tarefa não sai sem escolher uma peça, confesso que ela tem que se controlar para não lotar seu porta joias.

Siga Luisa no Instagram @hipolitx ela é uma amante da moda e da fotografia.




Nesta viagem entre as gerações vou explorando o máximo de cada época. Mari Marré é descendente de ingleses que vieram para o Brasil para trabalhar na mina de ouro do “Morro Velho” na cidade de nova Lima, localizada nas proximidades de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Seu DNA com o ouro aflorou no início da década de 70, quando começou a revender joias. Por vinte anos ela trabalhou com prata e ouro do mundo todo e de artesãos locais que fabricavam em uma comunidade próxima da cidade de Ouro Preto.

Um dia quero muito reconstruir a vida de joalheria de Mari Marré e a história da minha família desde os tempos da Mina do Morro Velho no século XIX. Muitos destes arquivos estão documentados nos registros da genealogia da família Roscoe e também nos acervos do Museu MI, amostra que ficou em exposição no segundo andar do Casarão da Alameda Ouro Preto em São Paulo, por 2 anos, 2012-2014, que contou a história das duas primeiras décadas da Marré Infinito.
Te convido a apreciar toda esta história reunida em cada uma das semijoias. Acompanhe nosso blog e as redes sociais e conheça muito mais detalhes e curiosidades deste universo fascinante da Marré Infinito.

Te convido a apreciar toda esta história reunida em cada uma das semijoias. Acompanhe nosso blog e as redes sociais e conheça muito mais detalhes e curiosidades deste universo fascinante da Marré Infinito.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat