A História do Maxi Colar

Os maxi colares entraram em destaque no verão de 2012/2013 e continua chamando atenção neste inverno. Os acessórios são uma febre entre as mulheres. E não é atoa: são lindíssimos. Mas se engana quem acha que o maxi colar é uma inovação recente.

O maxi colar conquista admiradores a mais tempo do que imaginam. Pense nos faraós do Antigo Egito, por exemplo.

Os egípcios davam muito valor às joias e metais preciosos, como já contamos. A população comum do Antigo Egito utilizava brincos, braceletes e colares finos. Os nobres e os faraós, por sua vez, demonstravam seu status com peças grandes e chamativas. Uma dessas era uma espécie de colar enorme que cobria o peito e, em alguns casos, a parte superior das costas. Não se chamava maxi colar, mas podemos notar a relação, não é?

O maxi colar também chamou atenção em 1961 nos EUA. No filme Bonequinha de Luxo, Audrey Hepburn  arrasou com um colar bem volumoso de pérolas. A peça ficou bem famosa depois do filme, e até hoje recebe imitações.

De qualquer forma, a tendência do maxi colar promete continuar por um bom tempo. Apropriado para diversas ocasiões e gostos, dão uma ótima levantada no visual.
Confira alguns da Marré Infinito.

Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat